Dicas

Afinal, como é a carreira de desenvolvedor de jogos?

siga-a-carreira-de-desenvolvedor-de-jogos

Quem não ficou maravilhado com o final de The Last of Us ou Shadow of the Colossus? Quem nunca parou para observar a beleza das planícies de The Witcher 3? Pois é, imagina poder contar a sua própria história por meio dos videogames e ainda receber por isso?

Esse sonho pode estar mais perto do que você imagina. É possível, sim, ganhar dinheiro trabalhando como desenvolvedor de jogos. Mas como funciona essa carreira? Em nosso artigo contamos tudo para você. Confira:

Saiba qual é o perfil do desenvolvedor de jogos

O profissional que decidir trabalhar nessa área deve ter afinidades com a área de tecnologia, estar atento aos últimos lançamentos de jogos e ter força de vontade para se dedicar aos estudos — já que o público Gamer está cada vez mais exigente.

É necessário saber também que o mercado de games é extremamente concorrido. Para se destacar nessa área e trabalhar nas melhores empresas, é preciso ter conhecimentos que o diferencie da concorrência.

A melhor maneira de entrar no mercado de trabalho é por meio de um curso superior, que fornecerá toda a base de conhecimentos necessários para você conseguir um emprego nessa indústria.

Descubra quais são as áreas em que você pode atuar

O desenvolvedor de jogos pode atuar em diversas partes da criação de games: roteirista, produtor de áudio, design, desenvolvimento, modelagem, animador 2D e 3D… As opções são muitas!

O roteirista de games é responsável por desenvolver a temática do jogo, criando, não só os detalhes de como a história irá se desenvolver, mas também os diálogos entre os personagens. Esse profissional deve ter interesse em literatura, ser bom conhecedor do nosso idioma e ter bons conhecimentos em inglês — intermediário ou avançado.

Para trabalhar na área de design de games, o profissional terá que gostar de artes, além de ter noções de desenho e técnicas relacionados à composição visual. Contudo, gostar e consumir muitos jogos eletrônicos é o principal, até mesmo por questões de referências.

Já o programador de jogos deve ter afinidade com matemática e linguagens de programação, enquanto o produtor de áudio deverá se empenhar em ampliar os conhecimentos na área de produção musical, sonoplastia e até de mixagem.

Veja as disciplinas que você estudará no curso

O curso de desenvolvedor de jogos tem a duração variável, entre 2 e 4 anos — dependendo da instituição. As matérias mais recorrentes nesse curso são design, animação (2D e 3D), modelagem, criação de roteiros, produção de áudio, desenvolvimento de softwares, entre outras.

Também é possível procurar especializações ou cursos de pós-graduação depois de se formar em um curso superior, atuando em áreas como marketing de jogos ou mesmo se aprofundando nos conhecimentos das outras áreas de estudo dessa profissão.

De qualquer forma, trabalhar na área de desenvolvimento de jogos exigirá constante atualização dos profissionais que seguirem esse caminho. Parte disso é reflexo da grande quantidade de investimento que essa indústria recebe e da legião de fãs que tem.

Se você gostou de nosso artigo sobre a carreira de desenvolvedor de jogos, que tal mostrar para os amigos que ainda não conhecem essa profissão? Compartilhe agora mesmo o nosso artigo nas redes sociais!

Share This