Dicas Guia de jogos

Dark Souls Remastered review: confira!

Escrito por Leonardo Carregal

No mundo dos jogos digitais podemos afirmar que alguns games dividiram eras, como Doom, Super Mario World, Final Fantasy e, é claro, a série Dark Souls. Sete anos após seu lançamento em 2011, podemos afirmar que o jogo desenvolvido pela From Software elevou os RPGs de aventura a um patamar nunca antes visto.

Além disso, Dark Souls mostra que dificuldade nem sempre é sinônimo de inimigos mais fortes que seu personagem, levando os jogadores a utilizar sua capacidade lógica ao máximo para desenvolver estratégias e avançar no game.

E com uma ambientação obscura e gráficos reformulados para consoles e computadores da nova geração, a versão remasterizada deste clássico vai fazer você passar boas horas jogando.

Confira nosso Dark Souls Remastered review para saber tudo sobre o game!

O nível de dificuldade de Dark Souls Remastered é maior

Se existe uma característica marcante na saga Dark Souls ou em Bloodborne é o alto nível de dificuldade que os jogos têm a oferecer. No entanto, de todos os games da série, o primeiro é considerado por grande parte dos jogadores como um dos mais difíceis de todos os tempos.

Para se ter uma ideia, muitos gamers abandonam o jogo por não conseguirem vencer os desafios apresentados durante a gameplay. Não estamos falando apenas de inimigos fortes e que mudam seus padrões de ataque, surpreendendo o jogador. A própria ambientação e o design do cenário são complexos por si só.

Dark Souls envolve criatividade e não quantidade, o que significa que metade da genialidade do jogo está no próprio cenário e na disposição dos inimigos durante o trajeto.

Por exemplo: após horas explorando um calabouço você pode achar que encontrou o final dele, abrindo uma porta. Porém, de repente encontra-se no começo do mapa. Esse é um aspecto que dá sensação de grandiosidade ao jogo.

Não é por coincidência que se você decidir zerar o game realizando todos os desafios, cumprindo missões secundárias e coletando todos os itens, sua gameplay terá algo em torno de uma centena de horas ou mais.

Sem mencionar o fato de que a cada New Game+ os desafios se tornam ainda mais complexos, outros inimigos são adicionados (alguns em locais em que antes não se encontravam) e até mesmo novos chefões podem surgir durante o trajeto.

A variedade de inimigos e a criatividade em Dark Souls supera seus sucessores

É importante mencionar nesta Dark Souls Remastered review que, diferentemente de seus sucessores, o game apresenta uma grande variedade de inimigos que têm apenas uma característica em comum: todos querem matar seu personagem até que você aprenda a combatê-los.

Nos jogos posteriores, incluindo Bloodborne, muitos dos adversários são humanoides portando arcos, machados, espadas e escudos. Entretanto, em Dark Souls Remastered você vai se deparar com criaturas surreais como árvores, monstros, lobos e todo o tipo de ser bizarro.

Dark Souls sempre coloca os jogadores em posições desafiadoras

Uma Dark Souls Remastered review completa não poderia deixar de fora uma das características mais marcantes da franquia: o desafio constante em que o jogo coloca seus players.

É importante deixar claro que a saga Dark Souls não é recomendada para quem está pretendendo jogar um jogo relaxante ou apenas se distrair. Afinal, dificilmente você se sentirá confortável dentro do game, pois ele o coloca em xeque quase o tempo inteiro.

Uma viagem entre uma Bonfire e outra pode representar uma ida sem volta. Basta se deparar com algum inimigo inesperado no caminho para você perder todas as suas almas e não conseguir fazer nada a respeito.

Dark Souls é uma experiência de troca mútua. O jogo exige ser reconhecido, mas respeita sua inteligência e capacidade lógica para desenvolver estratégias. Também mostra que sempre é possível derrotar os inimigos, não importa quantas vezes você tenha que morrer para isso. Basta encontrar a combinação perfeita entre armas, armaduras, movimentos, itens do cenário ou invocar algum fantasma para ajudar.

Lembrando que existem áreas do jogo nas quais você só conseguirá avançar se já tiver alcançado determinado nível de experiência ou encontrado itens específicos. Mas nada é impossível ou improvável neste universo fantástico, não é verdade?

Dark Souls Remastered exige ainda mais inteligência e estrategismo

Considerando que o primeiro game da franquia foi lançado há sete anos, não é incomum que a maioria dos jogadores esteja familiarizada com as mecânicas e a jogabilidade de Dark Souls II, Dark Souls Scholar of the First Sin, Bloodborne ou Dark Souls III, em que após atingir determinado nível de experiência, seu personagem pode sair atropelando tudo e todos que encontrar no caminho.

Uma das primeiras características que diferenciam Dark Souls Remastered dos games posteriores é o fato de que você não inicia a saga com uma arma forte. Ou seja, você terá que usar o raciocínio para aumentar o nível e derrotar os chefes ao longo do jogo, principalmente no começo.

Mudanças esperadas em Dark Souls Remastered

Em geral, quem já jogou Dark Souls verá que a versão remasterizada, apesar de tudo, trata do mesmo jogo. No entanto, algumas mudanças poderão ser observadas, como:

  • frame rate travado em 60 quadros por segundo nos consoles (seja em 1080p ou em 4k);
  • legendas em português — algo que não constava na versão original e deixou muitos players sem entender a história na primeira versão;
  • multiplayer expandido de quatro para seis participantes, proporcionando um PvE e PvP realmente insano.

É claro que a versão remasterizada poderia ter adicionado algumas modificações que vimos em Dark Souls II e Dark Souls III, como a velocidade de conjuração de magias e piromancias, por exemplo. Mas de maneira geral, isso é o faz com que o jogo permaneça intacto e responsável por introduzir um novo conceito ao gênero RPG de ação.

Como você pôde conferir em nossa Dark Souls Remastered review, o jogo está ainda melhor do que você lembrava. E para quem ainda não experimentou nenhum game da franquia, esta é uma grande oportunidade para “maratonar” uma das sagas mais incríveis já produzidas no universo dos jogos digitais.

Gostou da nossa review? Ficou interessado em conferir como é a jogabilidade de Dark Souls Remastered na prática? Então veja como conseguir o seu para PS4 e Xbox One!

Share This